Infraestrutura

Hospital das Clínicas da FMRP – USP

Área Construída: 179.027,94m2
Nº de Leitos Gerais: 815
Nº de Leitos UTI: 105
Nº de Consultórios / Salas de Atendimentos: 569
Salas Cirúrgicas: 36
Nº de Laboratórios: 23
Nº de Funcionários: 5.962 servidores
Salas de Aulas: 68
Auditórios: 12
Nº de Consultas / Procedimentos em 2019: 732.121
Nº de Internações em 2019: 33.932
Nº de Cirurgias em 2019: 26.313
Nº de Partos em 2019: 1.645
Nº de Transplantes em 2019: 214
Nº de Exames Laboratoriais em 2019: 3.340.050
Nº de Exames Especializados / Procedimentos em 2019: 508.267

Laboratórios especificamente 
relacionados ao programa
Seção de Radiodiagnóstico

A seção conta com uma área de 1380m2, composta de salas de preparo de pacientes para realização de exames, corredores de circulação e onze salas de exames onde estão instalados os aparelhos, sendo:
– um aparelho tipo seriógrafo digital
– dois aparelhos com mesa basculante
– dois aparelhos de mamografia (sendo um equipamento de tomossíntese para exames de mama)
– dois aparelhos digitais DR (digital radiology)
– três aparelhos com mesa de tampo flutuante e Buck Mural
– um aparelho analógico com digitalização tipo DRX
– dois aparelhos leitores de CR (computed radiology)

Seção de Angiografia e Radiologia
Intervencionista

A seção conta com uma área de 110m2, composta por duas salas de exames com seus respectivos comandos, onde estão instalados:
– um aparelho de angiografia digital com detector plano
– um aparelho tipo arco de angiografia digital com intensificador de imagem

Seção de Tomografia Computadorizada

A seção de TC conta com uma área de 150m2, composta por secretaria/agendamento, sala de preparo e duas salas de exames onde estão instalados dois equipamentos:
– um aparelho de tomografia computadorizada (TC) multislice de 16 canais, modelo Brilliance Big Bore com todos os softwares de reconstrução vascular e estrutural 3D
– um aparelho de TC multislice da marca Toshiba, modelo Aquilion PRIME 80, de 160 canais, com todos os softwares de reconstrução vascular e estrutura 3D, bem como capacidade para realização de exames cardíacos/angiotomografia de coronárias.

Seção de Ultrassonografia

A seção conta com uma área de 125m2, composta por secretaria/agendamento, sala de preparo e sete salas de exames e 10 aparelhos, sendo:
– 3 aparelhos GE com Doppler colorido (modelo E9)
– 1 aparelho Siemens/Acuson com Doppler colorido e elastografia (S2000)
– 1 aparelho Philips com Doppler colorido e elastografia (Epic 7 Elite)
– 1 aparelho Philips com Doppler colorido (HD11)
– 3 aparelhos portáteis GE (Logic e), equipados com transdutores para estudo intraoperatório, utilizados tanto para exames na seção quanto nas demais dependências do Hospital

Seção de Ressonância Magnética

A seção de RM conta com uma área de 205m2, composta por secretaria/agendamento, salas de entrevista, sala de recuperação, sala de preparo e duas salas de exames onde estão instalados dois equipamentos supercondutores (descritos a seguir) e outro equipamento de 1.5 Tesla em fase de instalação. Equipamentos instalados e em funcionamento:
– um aparelho de Ressonância Magnética (RM) de 3 Tesla, com 32 canais de RF e gradiente dual de alto desempenho com 80mT, modelo Achieva X-Series (Philips, Best, Holanda). O equipamento conta com bobina de cabeça de 8 canais, bobina neurovascular, bobinas para coluna e abdome. Tem bobina especial para biópsia encefálica e uma bobina para animais. Possui software para espectroscopia, difusão e DTI-tractografia, perfusão (T2* e ASL), e outros.
– um aparelho de RM de 1.5 Tesla, com 16 canais de RF e gradiente dual de alto desempenho com 80mT, modelo Achieva Nova Dual (Philips, Best Holanda).  O equipamento conta com bobina de cabeça de 8 canais, bobina neurovascular, bobinas para coluna e abdome, articulação temporo-mandibular, mama, joelho, punho e demais partes.

Seção de Radiologia de Emergência

A Seção de Radiologia da UE conta com uma área de 375m2, onde estão instalados:
– um equipamento de angiografia digital GE convencional
– um aparelho de TC multislice da marca Toshiba, modelo Aquilion PRIME 80, de 160 canais, com todos os softwares de reconstrução vascular e estrutura 3D, bem como capacidade para realização de exames cardíacos/angiotomografia de coronárias.
– um aparelho de TC convencional, multislice, de 16 canais (Siemens, Erlangen, Alemanha), modelo Somaton Sensation
– um aparelho Philips com Doppler colorido (Epic 7 Elite)
– um aparelho de ultrassonografia portátil GE (Logic e), equipados com transdutores para estudo intraoperatório, utilizados tanto para exames na seção quanto nas demais dependências do Hospital

Seção de Radioterapia

A Seção de Radioterapia conta com uma área de 960m2, incluindo consultórios, secretaria, recepção e agendamento e salas de planejamento e tratamento, onde estão instalados:
– dois Aceleradores Lineares (Primus e Oncor Siemens), com multilâminas, portal imagem;
– sistema de planejamento tridimensional (XiO-CMS-Elekta), inclusive para radioterapia por intensidade modulada (IMRT), radiocirurgia e radioterapia estereotáxica fracionada(iPlanBrainLab);
– sistema de gerenciamento Lantis-CMS;
– tomografo simulador dedicado Brillance Big Bore- Philips;
– tomografo Aquilion PRIME
– braquiterapia de Alta Taxa de Dose (HDR) GammaMed Plus;
– equipamentos de dosimetria completo diodos, câmara de ionização, Matrix, phantons sólidos, phantons de água sólida, arrays.

Realização de mais de 5 mil campos tratados/mês.

Este conjunto de equipamentos funciona sete dias na semana, de maneira ininterrupta, inclusive no horário vespertino, totalizando mais de 100 mil exames anuais. Devido à consolidação do papel de Hospital terciário/quaternário no sistema SUS houve claro aumento do nível de complexidade dos exames, com um incremento crescente também do número de exames de RM e de TC dentro do conjunto, bem como dos tratamentos de radioterapia e radiologia intervencionista, de acordo com os dados, publicados nos Relatórios Anuais de Atividades do HC FMRP USP (https://site.hcrp.usp.br/relatorios-de-atividades/).

Laboratório de Processamento de 
Imagens e Informática Radiológica (LaPIR)

A seção conta com uma área de 100m2, com pessoal técnico fixo (3 profissionais com formação em análise de imagens) e pós-doutores de várias áreas (variando no último quadriênio entre 1 e 3 simultâneos). No laboratório estão instaladas 7 estações de trabalho dedicadas para processamento avançado de imagens e dados, com placas de vídeo de alta performance e interligados à sistema de armazenamento e distribuição de imagens médicas, bem como ao sistema de prontuário eletrônico do hospital.

Há sistema de armazenamento de imagens médicas (“picture archiving and communication system” – PACS), desenvolvido pelo CCIFM, com participação ativa de egressos da área de concentração de Física Médica do programa, utilizando softwares livres e atuando na atualização tecnológica e na manutenção do sistema, considerando que tais egressos apresentam vínculo empregatício com o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Este sistema permite o armazenamento e distribuição das imagens para o sistema utilizado na assistência aos pacientes no Hospital (utilização por todos os médicos do HC), assim como constitui repositório de exames de imagem utilizados em grande parte das pesquisas desenvolvidas no programa MPCIFM, bem como por alunos e pesquisadores de diversos outros programas de pós-graduação, incluindo grupos de pesquisa do Campus e extra-Campus, com participação internacional. Deste modo, o desenvolvimento e manutenção desta infraestrutura se constitui como objeto de pesquisa per se, assim como permite o desenvolvimento de pesquisas em temas diretamente relacionados aos objetivos do programa: análise quantitativa avançada de imagens, inteligência artificial, revisão de casos com foco específico e outros.

O Hospital conta com setor de Engenharia Clínica, que dá suporte à instalação e manutenção dos equipamentos do CCIFM, assim como serviço de Informática e TI, que dá suporte à rede interna de computadores e internet. Além disso, o CCIFM conta com 3 profissionais de TI próprios, sendo dois deles egressos do programa.

Biblioteca com acervo (físico e virtual)

O CCIFM possui uma rede interna, em paralelo com a Intranet do HCRP, que propicia acesso aos docentes, alunos, residentes e pós-graduandos ao acervo dos periódicos CAPES, bem como ao PubMed, propiciando consultas imediatas através de Tablets, smartphones e notebooks a extensa base de referências médicas, incluindo a plataforma Up-To-Date.

Adicionalmente, o campus da USP em Ribeirão Preto dispõe de uma Biblioteca Central/USP, que foi criada em 1952 e possui uma área física de 4.243 m², servindo todas as Unidades, com grande acervo e todos os recursos modernos de acessibilidade digital por meio de rede integrada de computadores, além de funcionários especializados no auxílio aos alunos que requeiram levantamentos bibliográficos ou aquisição de cópias de trabalhos científicos nacionais e internacionais. Seu acervo físico é de 126.014 livros, 3.375 títulos periódicos, 111.616 produções científicas de pesquisadores do Campus USP Ribeirão Preto e 19.907 teses e dissertações (http://www.bcrp.prefeiturarp.usp.br/info4-acervo.asp, acesso dia 19/03/21). Conta também com acesso online para mais de 45 mil títulos de periódicos, em texto completo, pelo Portal de Periódicos da Capes. Catálogo automatizado: O DEDALUS – Banco de Dados Bibliográficos da USP – permite a consulta aos catálogos das bibliotecas da USP – livros, teses, seriados – além da produção científica do pessoal técnico e docente. O acesso é público e gratuito, via Internet: http://www.usp.br/sibi. Em fevereiro de 2010, o Sistema Integrado de Bibliotecas implantou nova versão do software de administração do DEDALUS, permitindo o gerenciamento dos empréstimos e reservas, pelo próprio usuário, em uma área restrita, com senha pessoal. Em março de 2012, o SIBi/USP lançou o Portal de Busca Integrada, reunindo todos os recursos informacionais – DEDALUS, Revistas e Livros Eletrônicos – em uma única plataforma de busca (http://www.sibi.usp.br/buscaintegrada).

Em paralelo, o CCIFM mantem uma biblioteca para consulta presencial a livros, revistas, teses, dissertações, monografias, apostilas e protocolos internos, direcionados para os principais temas desenvolvidos nas linhas de pesquisa do programa. Esta biblioteca possui em seu acervo de aproximadamente 1100 livros, diversos periódicos e revistas em papel, 19 obras de referência em formato digital, teses, dissertações, monografias e protocolos.

Por fim, os docentes e o CCIFM assinam 06 revistas eletrônicas em complemento ao acervo CAPES.

As áreas nas quais se encontra o acervo da biblioteca incluem:

  • Medicina (diferentes especialidades, incluindo as principais obras em Radiologia e Diagnóstico por Imagem)
    Física, com ênfase para física das radiações.
  • Computação (com ênfase para Informática Médica)
  • Biologia
  • Neurociências
  • Bioestatística
  • Tecnologia
  • Gestão da Qualidade
Ambientes de ensino

O CCIFM possui os seguintes ambientes de ensino presencial específicos: 2 salas de aula, 8 salas de reuniões, 1 biblioteca, 1 laboratório de processamento de imagens médicas (Laboratório de Processamento de Imagens e Informática Radiológica (LaPIR)), além de salas de aulas e reuniões de uso compartilhado distribuídas pelo Hospital (indicadas em seção anterior). Os ambientes virtuais de aprendizagem (AVAs) utilizados são aqueles oficialmente disponibilizados pela Universidade: plataforma Moodle (eDisciplinas USP) e a plataforma G Suite for Education (Google).

Existem estações de trabalho para uso individual (40), com softwares de análise de imagens, incluindo recursos de quantificação e processamento, assim como estações de trabalho dedicadas aos equipamentos de ressonância magnética (2), tomografia computadorizada (4), angiografia (2) e radioterapia (3) com softwares para processamento avançado com uso disponível para todas as linhas de pesquisa do programa. Além disso, existem estações individuais com disponibilização dos principais softwares para análise estatística (SPSS Statistics e R).

O desenvolvimento dos projetos dos alunos do programa ocorre no HC FMRP USP, onde existe Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) próprio (https://site.hcrp.usp.br/comite-de-etica/), que se constitui em um colegiado interdisciplinar e independente, com “múnus” público de caráter consultivo, normativo, deliberativo e educativo, criado para defender os interesses dos participantes da pesquisa dentro de padrões éticos, de acordo com as disposições da Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde e suas complementares.  O Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (CEP HCRP e FMRP) teve a aprovação junto à Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) em 18/3/1997. Em 01/7/2015, obteve a renovação de seu registro.

A infraestrutura do programa é compartilhada com setor produtivo e de inovação na assistência à saúde através do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Autarquia Estadual, principalmente através da manutenção de sistema de arquivamento e distribuição de imagens médicas, mas também pelo contato e colaboração direta e indireta com diversos grupos de pesquisa, nacionais e internacionais, considerando o acervo de dados e a expertise dos orientadores do programa. Existe possibilidade futura de aproximação do programa com o SUPERA – Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto, presente no Campus de Ribeirão Preto, que se constitui de ambiente de inovação, com incubadora de empresas, que promove a transferência de conhecimento em diversos tipos de atividades (http://superaparque.com.br/).